pt
“Numa rua marcada por um vasto conjunto de habitação para classe operária, o sentido de repetição e sistematização do processo construtivo, é uma forte característica deste arruamento. Quisemos trazer para o projecto essa mesma ideia… repetição/ sistematização. 

Toda a proposta partiu de uma condicionante morfológica do terreno. Esta mesma condicionante influenciou em termos programáticos e volumétricos, todo o projecto de arquitectura. 

Em termos de implantação, o edifício desenvolve-se no sentido longitudinal e adaptando-se à forma do terreno criando e definindo os limites do mesmo. A opção de “fechar” a casa para a rua, fez com que se criasse um sentido de privacidade e isolamento. A nosso ver é esse o propósito do conceito do habitar… criar um refúgio onde nos sintamos bem. Assim, a habitação tem apenas voltada para o espaço publico, a zona de entrada e o acesso automóvel. O restante programa, de foro íntimo, volta-se para o interior do terreno. 

A distribuição espacial interior resume-se à separação da forma por função. A zona de social fica mais próxima do arruamento e é composta por Hall de entrada, instalações sanitárias, lavandaria; cozinha, sala comum e o acesso à garagem. 

Numa zona mais recatada e afastada do arruamento, surge a zona mais privada da habitação, composta por zona de leitura; instalações sanitárias, quartos e suite. 

Em termos formais, a habitação foi pensada por forma a criar 3 volumes principais que se orientam de norte para sul, cada um com um sistema de cobertura de duas águas. A excepção surge com o volume da garagem que faz o fecho ao terreno a norte. 

Estas formas refletem-se no seu interior, originando clareza e hierarquia dos espaços.” 

en
“In a street marked by a vast set of housings for the working class, the sense of repetition and systematization of the construction process is a strong characteristic of this street. We wanted to follow the same idea … repetition/systematization. 

The whole proposal started from a morphological condition of the terrain. This condition influenced, the programmatic and volumetric shape of the building. 

In terms of location, the building is developed longitudinally and adapts itself to the terrain shape, creating and defining its boundaries. The option to “close” the house to the street creates a sense of privacy and isolation. In our view, this should be one of the purposes and concepts of inhabit… to create a refuge where we feel good. Thus, the house is facing to the street only the main entrance area and the car access. The remaining program, of an intimate nature, turns to the interior of the terrain. 

The general program is divided by its function. The social area is closer to the street and comprises the entrance hall, toilets, laundry, kitchen, common room and the access to the garage. 

And the private area, away from the street, with a reading area, sanitary facilities, rooms and the master suit. 

Concerning the shape of the building, the house was designed to create 3 main volumes that are oriented from north to south, each with a inclined roof system. The exception arises with the volume of the garage that closes the land to the north.

These shapes are reflected on its interior, creating clarity and hierarchy of spaces.” 

Projeto . Project:
Habitação em Santa Joana . House in Santa Joana
localização . location:
Aveiro, Portugal.

ano . year:
2021

arquitetura.architecture:
Nu.ma

fotografia. photography:
Ivo Tavares Studio